segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Aqueles dois

antes de começar, talvez queira ler isso aqui.

(15h26)
Desculpe. Claro, entre. Deixe eu pegar uma toalha para você se secar... Aqui está. Tem sido um dezembro chuvoso em São Paulo. Coloque essa bolsa ali. Não, estou bem. Só estou... surpreso. Quando você... Por que não me... Sim, termine de se secar. Vou preparar um café para nós.

(15h50)
Açúcar? Sim, está amargo. Claro que me lembro. Quando você... quando voltou? Da última vez que tive notícias suas soube que estava em algum lugar das Cordilheiras Chilenas. Carol havia perdido o contato contigo. Estava furiosa por você "ter se esquecido dela". Sim, eu sei que não se esqueceu. Deve explicações a ela. Depois vocês conversam. Secou direito esse cabelo? Vai ficar resfriado. Desculpe, sabe como sou. Essa música? When We Were Young. A nova da Adele. Sim, música de velho. Tenho alma de velho Carlos, sabe disso.

(16h04)
Por que bateu em minha porta na última semana do ano, debaixo duma tempestade de verão, depois de ter passado dois anos sumido? Não respondi Carlos, não respondi suas mensagens e nem abri suas cartas. Acreditei que nossa última conversa havia sido definitiva. Não, não estou magoado. Não mais. Só não entendo. Nunca entendi direito. Ted está latindo, deve estar com medo dos trovões. Espere um momento.

(16h16)
Pronto. Ele está mais calmo. O que é isso? Para mim? Um poncho! Claro que gostei. Acho que ficou um pouco grande. Nada que uns retoques não deem jeito. Ficou bom? Obrigado. Pare, já sei onde essas palavras doces irão levar.

(16h27)
Não entende? Você não pode simplesmente pedir pela volta de um passado que escolheu não viver! Dane-se se eu disse que não estava magoado. Você simplesmente sumiu. Entrou naquele carro rumo ao desconhecido como se o que tivesse ficado para trás fosse mero detalhe! Nós éramos. Mas não somos mais.  Não somos mais aqueles dois. Não faça isso comigo. Não. Deixe-me chorar. Me solte. Me... Carlos.

(21h44)
Você ainda tem o mesmo cheiro de tabaco. Teu hálito ainda exala menta. Está ficando com entradas na testa. O que foi essa cicatriz no braço? 

(21h56)
Apenas me diga se encontrou o que foi buscar. Voltou porque sabia que eu estaria aqui. É isso sim! Nisso concordamos. Foi um belo idiota! Aquela vida só existe nos livros que você lê. Fico aliviado que tenha percebido isso. Talvez estejamos começando a nos entender. Não, não me envolvi seriamente com ninguém. Só uns casos corriqueiros. Eu sai da revista. Estava vendendo minha alma por uma miséria. Estou terminando meu livro. De jeito nenhum! Está uma merda. Já recomecei umas cinco vezes e estou prestes a recomeçar a sexta. Outro dia te conto por cima do que se trata. Por hora não quero falar disso.

(22h18)
Sim, claro que coloco! Alguma música em especial? Aquela?! Não disse que era música de velho? Sim, você pode mudar de opinião...

(22h26)
“Let me photograph you in this light in case it is the last time. That we might be exactly like we were before we realized we were sad of getting old. It made us restless, it was just like a movie, it was just like a song when we were young”.
(22h30)
É verdade, uma das mais belas letras de músicas que já vi. No que estou pensando? Envelhecemos Carlos. Não somos mais aqueles dois jovens sonhadores. Não somos mais aqueles dois jovens capazes de apagar as marcas dum coração partido e recomeçar como se nada tivesse acontecido. Você voltou. A essa altura nenhum dano poderá ser cicatrizado. É um pouco assustador, não acha? Não faça promessas. Não tente consertar. Sem expectativas, sem grandes anseios. Exatamente como quando éramos jovens. Aqueles dois garotos das fotografias que você levou consigo. Ao menos a parte deles que o tempo ainda não apagou.

(02h43)
Perdi o sono e fiquei vendo você dormir. Parou de chover. Venha até a janela. Olhe como o céu está bonito. Aquela lua merece ser contemplada. Perdoo Carlos, eu perdoo.

3 comentários:

  1. li duas vezes ,e uma delas escutando a musica when we were young .e com certeza a musica da um toque diferente ao texto ,ela o deixou mais legal .em fim ,ficou ótimo parabéns !!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por ter lido, e pelo comentário! Fico feliz que tenha gostado. :)

      Excluir
  2. você escreve muito bem ,por isso eu to ficando viciado nos seus post. :)

    ResponderExcluir