terça-feira, 13 de agosto de 2013

Resenha: Extraordinário

"Não julgue um livro (menino) pela capa (cara)."

Ao terminar de ler as 320 páginas de Extraordinário fiquei algum tempo pensativo. De repente todas as vezes que briguei com o espelho por causa a minha aparência pareceram uma enorme bobeira. Há gente com problemas físicos muito mais sérios e que mesmo assim mantêm a cabeça erguida e encaram a vida de frente.
Extraordinário conta a história (fictícia) de August Pullman, um garoto de dez anos que nasceu com uma grave deformidade no rosto. Mesmo após passar por incontáveis cirurgias a aparência de seu rosto era considerada "assustadora". Auggie, como é chamado, é fã da saga Star Wars e sempre foi superprotegido pela família. Nunca havia frequentado a escola, mas seus pais acham que já era hora de mudar essa situação, afinal, mais cedo ou mais tarde ele teria que encarar o mundo com todas as suas crueldades e... doçuras. Como já era de se esperar, o começo dessa nova experiência não é nada fácil. Mas Auggie sabia que não era difícil apenas para ele, afinal qualquer ser humano tem dificuldades de encarar o novo. Auggie não queria ser popular, muito menos amigo de todo mundo, só queria ser tratado como alguém normal. Já no começo do livro o garoto desabafa: "A única razão de eu não ser comum é que ninguém me enxerga dessa forma... talvez  a única pessoa no mundo que perceba o quanto sou comum seja eu."
Um dos grandes acertos do livro é mostrar como as dificuldades de uma deficiência física afetam não só a quem é deficiente mas também a todos que, de certa forma, convivem com aquela pessoa. A autora tem uma maneira bastante peculiar de nos contar a história: o livro é dividido em oito partes, cada uma narrada pelo ponto de vista de um personagem. O mais interessante é que muitas vezes, a mesma situação é descrita novamente, sob o ponto de vista que outra pessoa, o que pode mudar completamente o sentido daquilo. As partes são:  Parte I August, Parte II - Olivia (Via), Parte III - Summer, ParteIV - Jack, Parte V -  Justin, Parte VI - August, Parte VII - Miranda e Parte VIII - August. Os capítulos são geralmente curtos, variam entre uma e três páginas, o que pode estimular crianças (e adultos) a ler. Apesar de tratar de temas espinhosos como o bullying e a intolerância (não só por parte dos alunos do colégio como também de alguns pais) o livro é divertido, emocionante e de uma linguagem simples.
Para finalizar, como diria o professor Browne, "quando tiver que escolher entre ter razão e ser gentil escolha ser gentil", afinal, é a forma como tratamos as pessoas que faz a diferença, e respeitar o próximo é a melhor maneira de ser alguém realmente Extraordinário.

Um pequeno vídeo promocional foi produzido pela editora para introduzir a história. Para quem se interessar:



Principais personagens:
August Pullman (Auggie) - nosso protagonista
Isabel e Nate Pullman - pais de Auggie
Olivia (Via) Pullman - irmã de Auggie
Summer e Jack Will - amigos de Auggie
Charllotte, Max 1, Max 2 e Julian - colegas de classe de Auggie
Miranda e Ella - amigas de Olivia
Justin - namorado de Olivia
Sr. Buzanfa - diretor da escola de Auggie
Sr. Browne - professor de Auggie

Dados:
Livro: Extraordinário
Escritora: R. J. Palácio
Editora: Intrínseca
Ano: 2012
Nº de páginas: 320

Sobre a autora:
R.J. Palacio é uma designer gráfica que trabalha em editoras de Nova York há mais de vinte anos. Em 2012 realizou um sonho: publicar seu próprio livro. Livro que foi feito com todo o cuidado para tratar de temas completamente delicados e sempre atuais: o bullying nas escolas e o respeito às diferenças. R. J. mora em Nova York e para dar continuidade à luta contra o bullying além do livro criou também uma conta no blog Tumblr: www.choosekind.tumblr.com, que conta com milhares de acessos diários.

Fontes:
Usei como fontes o próprio livro e a  página do livro no site da editora Intrínseca. As fotos também são de lá.

8 comentários:

  1. Esse livro tem um contexto muito interessante, acho importante o tipo de discussão que ele se propõe o quanto julgamos os outros pelos que eles parecem ser. É um ótimo livro.
    Seguindo o blog!
    Abraços
    Melissa
    De Coisas por Aí

    ResponderExcluir
  2. Oi, tudo bom?
    Eu tenho muita vontade de ler esse livro, eu acho a premissa incrível e livros de ficção sempre tratam assuntos polêmicos com delicadeza!
    Adorei a resenha!
    Tem promoção nova, participa!
    Beijão
    Endless Poem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sarah estou ótimo e você?
      É realmente muito bom,vale a leitura.Obrigado pelo elogio, espero que visite o blog sempre. Pode deixar que visitarei e seguirei seu blog também ;D
      Beijos

      Excluir
  3. Ouço muitos comentários positivos sobre o livro mas não é o tipo de literatura que me chama a atenção.

    Segui seu blog e curti (aliás, eu já curtia) sua fanpage, ficaria grata se você retribuísse.
    http://fakereader.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Laís, obrigado pela visita e pelo elogio. Pode deixar que visitarei e curtirei seu blog sim. Espero que visite sempre o blog viu? Beeijo.

      Excluir
  4. Eu to louco pra ler esse livro, mas minha lista de livros ta enorme, to pensando seriamente em colocar ele na frente, principalmente depois da sua resenha.

    http://des-construindooverbo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Esse livro é tão gostoso de se ler, e passa uma mensagem tão... tão, legal (odeio quando fico sem palavras pra descrever algo). Eu simplesmente amei esse livro, recomendaria para qualquer um.

    http://www.livrosecores.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Terminei de ler este livro semana passada, mas ainda não fiz a resenha, por mais que já tenha tudo aqui na cabeça. Achei a história criativa, e bem escrita, principalmente por que não conta a história só do ponto de vista do August, mas da família e dos amigos, e conseguimos nos apaixonar por todos, até pela Miranda, que no começo achei a "vilã" da história.

    Beijos, Lu!
    http://gimmeflowers.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir