domingo, 6 de novembro de 2011

Poema: O que for preciso





Por favor me deixe te olhar
enquanto ainda posso fazer isso,
O tempo parece correr contra nós
mas não se preocupe, ele fará o que é preciso.
*
Já me conformei que não posso te ter
Mas por favor não me peça pra te esquecer
Pois hoje só o que me restam são as lembranças
dos dias que passei com você.
*
Meu amor tem a mesma profundidade
dos versos que aqui te escrevo,
mas a mesma fragilidade do garoto assustado que sou.
Negar eu sei que não devo
Mas foi o que me restou.
*
E é tudo tão estranho
e tão simplismente complicado
que me leva ao questionamento
de como me vi por ti apaixonado.
*
E pela última vez me deixe abraçá-lo forte,
tão forte que serás capaz de sentir minha alma tocar a sua
tão forte que entenderás que não exagero quando falo de amor.
Me deixe abraçá-lo forte e assim,
talvez assim encontrarás as respostas à perguntas
que nem eu mesmo soube lhe responder.
*
E pela última vez me deixe te olhar
enquanto ainda posso fazer isso.
O tempo parece correr contra nós,
mas não se preocupe, ele fará o que é preciso...
ele fará o que for preciso.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Fantástica Realidade

  Cansei da realidade, na verdade nunca me dei bem com ela. A diferença é que agora sonhar faz mais sentido do que nunca. Não preciso me explicar, aliás nem consigo... é que os sonhos despertam em mim sensações  tão mágicas que fica até difícil disputar com a realidade.
   E quem disse que essa não é a minha realidade? Aquela adrenalina de fazer parte de um mundo diferente e mágico não tem preço.
    Sim, eu também sou um bruxo. Não daqueles que voa em vassouras, joga Quadribol ou luta contra criaturas fantásticas... Sou um bruxo no sentido de perseguir o que quero sem me importar com barreiras entre o que é  real ou não; Sou um bruxinho que sabe convencer sem ajuda de feitiços ou talvez com a ajuda do maior deles: a imaginação. Não tenho medo que me chamem de louco ou que duvidem de tudo o que eu disser afinal, sempre haverá quem acredite nas minhas mais improváveis histórias sejam elas sobre uma Pedra Filosofal, uma Câmara Secreta, um Prisioneiro de Azkaban, um Cálice de fogo ou quem sabe até uma Ordem secreta da Fênix, algum Enigma de um certo Príncipe Mestiço ou talvez até sobre as 7 Relíquias da Morte.
   Hogwarts fica bem alí, na esquina da minha casa... e ai de quem contestar o contrário pois eu me transformo num dragão pra defender a alma disso tudo e fazer com que nem todos os séculos do mundo sejam suficientes para apagar essa magia do coração de muitas e muitas outras gerações.
   Dementadores não irão me deter e um certo Elfo doméstico me ajudará a percorrer o mundo espalhando essa magia.
   Daqui a alguns dias quando entrar naquela grande Sala Precisa pode até parecer que será a ultima vez mas acredite... não será. Afinal, sou daqueles que acredita que todo aparente fim na verdade é uma ótima chance de recomeço.
   E se alguém ousar dizer o contrário, olharei fixamente para essa pessoa e exclamarei: 'Riddikulus!"




sexta-feira, 17 de junho de 2011

Poema: Faz de Conta


Faz de conta que o tempo não passou
e que você ainda é a mesma pessoa que conheci anos atrás.
Faz de conta que a barreira de ressentimentos que nos separava
hoje não nos separa mais.
Faz de conta que você pensa em mim tanto quanto eu em você
e que você deseja meu beijo assim como desejo o seu.
Faz de conta que ainda não anoiteceu e que não estamos num sonho,
faz de conta que não sou pra você um mero estranho.
Faz de conta que todos os nossos planos se realizaram
e que amadurecemos o suficiente para nos deixar amar.
Faz de conta que não é um faz de conta e que não há limites entre o sonhar e o realizar.
Faz de conta que você ainda se lembra das primeiras palavras que me disse
e que desejou como ninguém que eu me abrisse pra ti e pudesse falar...
...falar de amor, da dor e de sonhar... falar do sim, do não, do querer e não poder falar.
Faz de conta que dessa vez vou cumprir a promessa de te esquecer,
faz de conta que nunca me apaixonei por você.
Faz de conta que todo esse desprezo é saudade disfarçada,
que a alma da gente só ama pra ser amada
e que teu sorriso sempre foi meu.
Faz de conta que a hora do adeus nunca aconteceu.
Faz de conta que ainda não amanheceu.



Far Away - Nickelback ♪

That I love you
I have loved you all along
And I miss you
been far away for far too long
I keep dreaming you'll be with me
And you'll never go
Stop breathing if
I don't see you anymore.